DestaquesNacionalNotíciasPolítica

Celso de Mello cita Bolsonaro em pedidos de explicação sobre impeachment

Com isso, Bolsonaro passa a saber, oficialmente, que poderá ser atingido pelo processo

O ministro Celso de Mello inseriu o presidente da República no mandado de segurança que pede que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), analise um processo de impeachment contra o chefe do Executivo protocolado no fim de março. Com isso, Bolsonaro passa a saber, oficialmente, que poderá ser atingido pelo processo. 


De acordo com o mandado de segurança, Maia tem 15 dias, a contar de segunda (20/4), para se manifestar sobre  pedido de impeachment contra Bolsonaro.

Embora enfrente embates crescentes com o presidente, o parlamentar é um grande defensor das agendas econômicas do ministro da Economia, paulo Guedes e afirmou, mais de uma vez, nas últimas semanas, que não via necessidade de um processo de impeachment contra o chefe do Executivo.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar